Mensagem do Definitório Geral da OFM a respeito do CPO

Nesta quinta-feira, 2/08, dia da Festa de Santa Maria dos Anjos, o Definitório Geral da Ordem dos Frades Menores divulgou uma mensagem a respeito do Conselho Plenário da Ordem (CPO), realizado de 12 a 28 de junho de 2018. No texto, os frades explicam de modo geral como ocorreu o CPO e o processo de conclusão do Documento Final. Eles afirmam que diante da riqueza do material, além do Documento Final, eles divulgarão uma síntese dos temas trabalhados nos dias de encontro. No final, os definidores pedem: “Abramo-nos com esperança e valentia à novidade do Espírito que nos chama a viver com renovado entusiasmo e criatividade nossa vocação, para poder oferecer o vinho do Evangelho aos irmãos e irmãs de nosso tempo.”.


Confira na íntegra:

Carta do Ministro Geral e do Definitório a todos os frades

Da celebração do CPO ao Documento Final

Queridos frades,

Que o Senhor lhes dê a paz!

O Conselho Plenário da Ordem (CPO), celebrado de 12 a 28 de junho de 2018 em Nairóbi, Quênia, foi um espaço de graça no qual o Espírito falou aos corações dos participantes e nos chamou a retornar ao primeiro amor (cf. Ap 2, 4), isto é, a renovar e revitalizar nossa vida em um mundo de mudanças contínuas. Temos presentes as indicações do artigo 194 de nossas Constituições Gerais sobre as competências do Conselho Plenário, assim como o lema, “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz… aos Frades Menores hoje” (cf. Ap 2,29).

Na primeira etapa de nosso encontro, realizamos uma escuta ativa, tanto dos informes enviados por cada uma das diversas Conferências, como da colaboração dos especialistas externos.

Em um segundo momento, com a intenção de acolher sempre melhor a voz de Deus, os Conselheiros discerniram o que foi escutado, através da oração e do diálogo. Durante este processo, manifestaram-se constantes, valores chaves de nossa vida, prioridades, desafios inadiáveis, oportunidades de reafirmar nossa identidade e viver plenamente nossa fé.

Finalmente, desta dinâmica de escuta e discernimento, surgiram elementos para uma síntese final, que contém propostas para a vida e missão da Ordem, que não são somente sinais de esperança que nos guiam em meio a tantos desafios que enfrentamos, mas também respostas concretas ao Espírito que nos impulsiona a sair em direção às periferias, aos lugares onde as pessoas mais necessitam.

Toda esta experiência vivida durante o CPO, em particular os temas surgidos: a) Fraternidade contemplativa em missão; b) os jovens; c) um mundo que muda rapidamente; d) a evangelização no espírito da Encíclica Laudato Si’; e) os migrantes e refugiados; f) instrumentos de paz frente à violência contemporânea; g) vida religiosa e a visão do Papa Francisco; tudo será levado em consideração pelo Definitório Geral para a elaboração do Documento Final que será publicado nos próximos meses.

Ao final do CPO, comunicamos que, da parte do Definitório Geral, o trabalho de revisão de todos os informes das Conferências, assim como de todo o material surgido durante nosso encontro, abundante e precioso, seria realizado imediatamente depois de nosso retorno a Roma. Este trabalho já foi feito e pensamos que o material reunido seja de tal riqueza que, além do Documento Final, colocaremos a disposição de todos os frades uma síntese dos temas mais importantes manifestados no trabalho dos grupos e de toda assembleia nas três etapas do processo.

Com a ajuda de especialistas em Teologia e no pensamento franciscano, antes do fim do ano apresentaremos o Documento Final, que incluirá também uma série de diretrizes para o triênio 2019-2021 e, portanto, poderá servir como um subsídio de animação para as Entidades e, seguramente, nos guiará no caminho da preparação ao Capítulo Geral 2021. Recordamos a todos os participantes do CPO o pedido que, em sua mensagem final, nos fez o Ministro Geral, de sermos embaixadores da experiência e dos frutos do CPO dentro das Conferências: com o Presidente, os Ministros, Custódios e Presidentes das Fundações. Façam na reunião de sua Conferência, se esta não acontecer proximamente, através de uma declaração escrita, na qual apresentem sua experiência no CPO, o processo e a metodologia empregada, os resultados do trabalho do ‘World Café’ e a síntese final apresentada na Assembleia. Desta maneira, os Ministros, Custódios e Presidentes das Fundações, em colaboração com os Conselheiros, irão implementar os meios necessários para que toda esta riqueza chegue a cada um dos frades e se promova um diálogo duradouro em todos os níveis da Ordem.

Estimados irmãos, enquanto os convidamos de coração a deixarem-se envolver por este momento de graça que como Ordem o Senhor nos concedeu, recordamos que não podemos simplesmente seguir fazendo o mesmo que fazemos, como se os odres velhos fossem capazes de conter o vinho novo (cf. Mt 9, 17). Abramo-nos com esperança e valentia à novidade do Espírito que nos chama a viver com renovado entusiasmo e criatividade nossa vocação, para poder oferecer o vinho do Evangelho aos irmãos e irmãs de nosso tempo.

Maria Imaculada, a Esposa do Espírito Santo, a Virgem feita Igreja e mensagem do Evangelho, acompanhe-nos sempre com sua maternal intercessão!

Roma, 2 de agosto de 2018.
Festa de Santa Maria dos Anjos

Fr. Michael A. Perry, ofm – Ministro Geral
Fr. Julio C. Bunader, ofm – Vigário Geral
Fr. Jürgen Neitzert, ofm – Definidor Geral
Fr. Caoimhín Ó Laoide, ofm – Definidor Geral
Fr. Ignacio Ceja Jiménez, ofm – Definidor Geral
Fr. Nicodème Kibuzehose, ofm – Definidor Geral
Fr. Lino Gregorio Redoblado, ofm – Definidor Geral
Fr. Ivan Sesar, ofm – Definidor Geral
Fr. Valmir Ramos, ofm – Definidor Geral
Fr. Antonio Scabio, ofm – Definidor Geral
Fr. Giovanni Rinaldi, ofm – Definidor Geral

Fonte: franciscanos.org.br

Outras Postagens

Início