2º Dia do II Congresso Nacional de Educadores Franciscanos reflete o tema “Educação Franciscana e Cultura Inter-religiosa”

No segundo dia do II Congresso Nacional de Educadores Franciscanos, os alunos do Colégio São Francisco de Assis (GO) receberam os congressistas e, logo em seguida, houve a celebração do Ofício Divino das Comunidades (ODC), coordenada pela Província Nossa Senhora da Assunção – Bacabal (MA). Frei Everton Leandro Piotto, OFM – da Custódia do Sagrado Coração de Jesus, mediou as atividades do dia e saudou os participantes. Em seguida, a diretora do Colégio São Francisco de Assis (GO), Carla Camargo da Fonseca, convidou os alunos do Ensino Médio que encenaram a música “Canta Francisco”.

Com o tema “Educação Franciscana e Cultura Inter-religiosa”, a palestra foi ministrada pelo Psicólogo e Doutor em Educação Artur Vandré Pitanga, que introduziu uma reflexão a partir do questionamento: o que é ser franciscano? E, com isso, conduziu seu raciocínio apresentando os seguintes elementos: sensibilidade; solidariedade; esperança ativa; fraternidade; compaixão; abertura ao diálogo; amor, coragem e sabedoria; justiça; conhecimento e reflexões profundas sobre a vida.

De acordo com o palestrante, o jeito de “ser franciscano” é a base do educador franciscano: a dinâmica ensino/aprendizado passa pela vivência da realidade, compreende-se a complexidade do ser humano, a diversidade cultural no mundo e uma observação acurada da atualidade. Em relação ao aspecto da inter-religiosidade, afirmou que a cultura religiosa é formada por pessoas curiosas que procuram conhecer e entender a diversidade humana, e que a educação franciscana deve promover o respeito, a paz e a compreensão desse processo. Concluiu que o desafio dos educadores franciscanos é fazer com que os jovens gostem de estar no ambiente de aprendizagem e que sejam capazes de enxergar e repensar as estruturas da sociedade, denunciando as injustiças sociais.

As oficinas tiveram início na segunda parte da manhã e se estenderam até o primeiro momento da tarde, com os seguintes temas: “Administração Humana e Solidária”, conduzida por Frei Fabiano Satler, OFM, sob a secretaria de Muriel Amorim; “Psicologia Humana e Solidária”, conduzida pela Irmã Marinêz Arantes da Silva, OSF, sob a secretaria de Frei Hélio Moraes, OFM; “Pedagogia Humana e Solidária”, conduzida pela Gestora Stela Regina Wontroba, sob a secretaria de Amanda Caroline; e “Franciscanismo Humano e Solidário”, conduzida por Frei Bruno Scapolan, OFM, sob a secretaria de Frei Ronildo Arruda de Souza, OFM.

Os participantes tiveram a oportunidade de vivenciar as quatro oficinas propostas. Terminadas as oficinas, foram apresentados os Projetos Inovadores Educacional, Humano e Solidário das cinco Províncias da Conferência dos Frades Menores do Brasil (CFMB): Província Nossa Senhora da Assunção (MA/PI); Província Franciscana da Santa Cruz (MG); Custódia Sagrado Coração de Jesus (SP); Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil (GO) e Província Imaculada Conceição do Brasil (SP), para socializar e divulgar os trabalhos desenvolvidos no campo educacional franciscano. Após as apresentações dos Projetos, iniciaram-se as Plenárias sobre as Oficinas Administrativa, Psicológica, Pedagógica e Franciscana, em que os congressistas tiveram a oportunidade de rever de maneira sistemática o Humanismo Solidário a partir dessas perspectivas. As atividades do dia foram encerradas com apresentações artísticas, numa animada Noite Cultural.

Fonte: fradesfranciscanos.com.br




 

Outras Postagens

Início