Carta de São Francisco de Assis a toda Ordem – I PARTE

Irmãos e irmãs, acompanhe conosco, em três partes, de um estudo sobre a Carta de São Francisco a toda Ordem dos Frades Menores.

Seguiremos com uma pesquisa feita por Frei Luciano Souza da Cruz, OFM, e em anexo encontrarás um link no qual remeterás ao texto escrito por São francisco na sua íntegra.

Boa leitura e desejamos que possas beber profundamente das Fontes Franciscana para o enriquecimento na espiritualidade do Pobre de Assis.

Paz e Bem!

Equipe de Comunicação Custodial


– I PARTE –

HISTÓRIA DA CARTA

A Carta a toda Ordem, inserida dentro da categoria dos Escritos de São Francisco de Assis, chegou até nós frente séculos de história a partir de uma documentação muito antiga, ao qual perpassou inúmeras transformações de épocas, trabalhos de copistas e estudos dentro e fora da Ordem. Esta referida carta, objeto de estudo de Lucas Wadding, frade irlandês, em 1623, com o advento da imprensa, compilou alguns escritos e pela primeira vez se ouviu uma obra chamada “Opúsculos” (obrinhas, por assim dizer), ao qual se publicava impresso sobre São Francisco.

Este livro continha 710 páginas, entre alocuções, escritos e exortações de São Francisco, porém de modo confuso e sem um filtro exigente para conteúdos apócrifos e autênticos. A partir de sua iniciativa em publicar tal obra, em 1632 surgia a versão francesa dos Opúsculos e, em 1748, frei Manuel de São Boaventura publicou em Portugal uma coleção com textos de Wadding. Com isto, no século XVIII surgiu a versão italiana e já no século XIX, se multiplicou grandemente para as línguas ocidentais.

A Carta a Toda Ordem é datada em 1220 (alguns autores propõem ser escrita mais tarde, mas é geralmente aceita neste ano), período de grande turbulência na Ordem visto os grandes percalços na procura por uma Regra que contivesse um modo de vida que dirigisse a multidão de frades na Ordem, devido a expansão exponencial na Europa. Francisco, numa busca pela vida de missão, havia se encontrado com os mulçumanos, obteve um encontro com o sultão e estava na Terra Santa, quando em Damieta um frade o encontra e revela a situação atual da Ordem.

É o texto mais bem elaborado depois da Regra e do Testamento, sendo observado seu bom latim e boa escrita o que com certeza teve ajuda de bons secretários.

Frei Luciano Souza da Cruz, OFM


CARTA A TODA ORDEM NA ÍNTEGRA



 

Outras Postagens

Deixe uma resposta

Início