Educandário Santo Antônio, Bebedouro/SP, sediou o VIIº Encontro de Pedagogia Franciscana

Desde os tempos antigos a preocupação com a formação das novas gerações têm sido causa da ocupação de pensadores, filósofos, teólogos e mesmo educadores. Tanto em tribos mais remotas quanto nas grandes sociedades urbanas educar crianças e jovens sempre foi uma preocupação. Desta prática antiga começaram a surgir questões das mais intrigantes: como transmitir valores e comportamentos adequados à sociedade em que estes indivíduos se inserem? Quais virtudes podem ou precisam ser adquiridas para o adequado convívio social? Quais seriam os saberes úteis à vida pessoal e coletiva nestas comunidades?

Questões como estas e tantas outras têm ainda hoje permeado a discussão e reflexão de muitos estudiosos e pensadores da Educação. Diante disso temos um desafio aparentemente intransponível: “Como propor, com claridade, criatividade e audácia, às gerações atuais, um novo paradigma de relação com a natureza, com os homens, com Deus e com elas mesmas?” (Diretrizes Gerais para a Educação Franciscana). Como ensinar às novas e antigas gerações o grandioso poder da Fraternidade, que se desdobra em relação, compaixão, alteridade?

Acreditamos que a educação inspirada no franciscanismo (Pedagogia Franciscana) – alicerçada em Francisco e Clara de Assis, no saber filosófico-teológico e formativo de inúmeros pensadores franciscanos renomados (Antônio de Pádua, Alexandre de Hales, Boaventura de Bagnoreggio, Duns Scoto, Guilherme de Ockhan, Raimundo Lullo, Bernardino de Sena, Gregório Girard, Agostinho Gemelli, dentre outros) e aliada a grandes intelectuais da educação – pode oferecer respostas a tais problemas. Uma educação que priorize a liberdade do indivíduo, oferecendo-lhe o melhor possível para o seu desenvolvimento emocional, social, motor e intelectual, além de contribuir diretamente para um considerável progresso de toda a comunidade humana. Em outros termos: uma educação que promova o desenvolvimento integral do ser humano, de acordo com a dignidade cristã de cada homem e mulher, criados à “imagem e semelhança de Deus” (Genesis 1).

Deste modo, no intuito de colaborar com educação e formação de jovens e adolescentes, o Educandário Santo Antônio promoveu o VII Encontro de Pedagogia Franciscana, ocorrido no dia 16 de agosto de 2019, com o tema: “Que o ser humano seja herdeiro de um passado, protagonista de um presente e gestor de um futuro” e o lema: “Educar para formar cidadãos autônomos”. 

Organizada pela Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus,  mais especificamente pelos frades representantes da Secretaria para a Missão e Evangelização da Ordem dos Frades Menores, o encontro teve por intuito fomentar a discussão acerca da educação franciscana a partir dos métodos pedagógicos desenvolvidos pelos pensadores e estudiosos área. Contou ainda com a presença de frei Valmir Ramos, ofm – Definidor Geral da Ordem dos Frades Menores para a América Latina e Frei Fernando Aparecido dos Santos, ofm, Ministro da Custódia Franciscana, que abriu oficialmente o encontro logo após o momento orante inicial. Também palestraram a Prof Dra. Fabiana Vigo, das Universidade Unifafibe de Bebedouro, Lúcia Michelon e coordenadores das Creches Unidas de Uberlândia (UCCA). Registraram presença no evento educadores de Bebedouro, Franca, Garça, Olímpia, Barretos, Taquaritinga e Uberlândia-MG. 

Considerado o baluarte deste método formativo, segundo Roberto Zavalloni, autor do livro “Pedagogia Franciscana: desenvolvimentos e perspectivas” pode-se dizer que Francisco de Assis desenvolveu “uma verdadeira pedagogia com a finalidade de fazer os Frades [e todos aqueles que se inspiram em seu modo de viver] respirarem uma autêntica liberdade de espírito. ele  tem confiança,  por princípio,  na retidão de cada um; chama de ‘verdadeira obediência’ tudo aquilo que o frade  faz de própria iniciativa,  sempre que seja coisa boa e não haja uma proibição do Superior.  na escola de Cristo mestre,  Francisco assimila a pedagogia do Evangelho,  Vive-a e ensina a vivê-la”. (cf. ZAVALONI, 1999, p. 87). Deste modo, pode-se dizer que “a educação Franciscana se desenvolve em uma educação para Liberdade.  isto quer dizer que o processo de formação da personalidade total do indivíduo, quando é plenamente alcançado,  conduz à  conquista da Liberdade” (idem). O encontro que teve início às  8 horas,  foi encerrado às 17 horas com as orações finais, somando um total de 180 participantes durante o dia.

Frei Everton Leandro Piôtto, OFM


Referência:
ZAVALONI, R. Pedagogia Franciscana: desenvolvimentos e perspectivas. Petrópolis: Editora Vozes, 1999.




 

Outras Postagens

2 thoughts on “Educandário Santo Antônio, Bebedouro/SP, sediou o VIIº Encontro de Pedagogia Franciscana

  1. My wife and i have been so thrilled Louis managed to finish up his studies through the entire precious recommendations he grabbed using your blog. It’s not at all simplistic to simply continually be giving freely procedures that others might have been making money from. We really fully grasp we have got the blog owner to appreciate for this. These explanations you made, the straightforward web site menu, the relationships you will give support to create – it is many sensational, and it’s really helping our son and our family feel that this situation is interesting, and that is unbelievably vital. Thanks for everything!

Deixe uma resposta

Início