Concluiu-se em Lagoa Seca/PB o Encontro de Irmãos Leigos

Parecia São Paulo, a terra da garoa, mas era Lagoa Seca, na Paraíba. Sob uma chuvinha fraca, na tarde deste domingo (08), partiam para o aeroporto e rodoviária de Campina Grande/PB alguns irmãos leigos franciscanos que estiveram reunidos desde a última quinta-feira (5), no Convento Ipuarana, dos OFM (Ordem dos Frades Menores), e encerraram o seu encontro. De dois em dois anos os frades reúnem-se em fraternidade para juntos partilharem a vida, as dificuldades e realizações, e a alegria de serem irmãos (como brincavam: “só irmão!”). 

Grito dos Excluídos (as)

Fraternidade: esta palavra teve um significado especial nestes 3 dias. Muitos irmãos partilhavam a importância do encontro para se sentirem pertencentes a família de religiosos que não optaram pela ordenação sacerdotal, “não estamos sozinhos”, explanou um frei na avaliação final. Além disso, o encontro teve como objetivo testemunhar a fraternidade em um contexto de exclusão, polarização, ou, como preferiram chamar: tempos de barbárie. Este testemunho também foi visível durante a participação, neste sábado, no Grito dos Excluídos, em Campina Grande. 

Durante a avaliação, os participantes destacaram a acolhida no Convento Ipuarana. Não só os frades da casa, sempre muito prestativos, mas também de toda a equipe de trabalho. Pelos corredores do convento conhecemos o jovem estudante de direito, Alexander Moreno, que com sua mãe, Tayti, foram acolhidos pelo guardião Frei Alexandre de Lima OFM, há um ano e sete meses, durante a crise na Venezuela. Segundo Alexander, há um mandado para sua prisão expedido em seu país natal, por criticar o governo de Nicolás Maduro.

Família acolhida no Convento

As pessoas e suas histórias fizeram com que este encontro fosse especial. “Pelas pessoas que estamos aqui. Nossa sociedade precisa deste testemunho de fraternidade”, explanou o Frei Zeca, da Terceira Ordem Regular (TOR). Entre as atividades para os próximos anos estão a missão de registrar e mostrar os inúmeros trabalhos que irmãos leigos realizam por todo o Brasil através de um blog, que será administrado pela nova comissão de frades eleita para preparar o próximo encontro, ainda sem definição de local. 

Nova Equipe Organizadora 2021

Duas bênçãos de envio foram feitas hoje pela manhã. Uma após a celebração eucarística, com a comunidade de Lagoa Seca, e a outra após a leitura da carta final, na sala onde aconteceu o encontro, pelo Frei Walter Schreiber, OFM.

Por: Paulo Henrique
Assessoria de Comunicação e Imprensa Capuchinhos/SP

Fonte: capuchinhos.org.br




 

Outras Postagens

3 thoughts on “Concluiu-se em Lagoa Seca/PB o Encontro de Irmãos Leigos

Deixe uma resposta

Início