Comissão para o Diálogo com o Islã da OFM saúda o mês do Ramadã 2018

Aos nossos irmãos e irmãs muçulmanos em todo o mundo:

As-salaamu ‘alaykum! Que a paz esteja com você!

Em nome da Comissão Especial para o Diálogo com o Islã da Ordem dos Frades Menores, tenho o prazer de, mais uma vez, estender nossas saudações a vocês ao iniciar a observância do Ramadã. Neste mês sagrado você realmente tem fome e sede de Deus ( swt ), como refletido pelo seu rigoroso jejum diário. Como está escrito no Sagrado Alcorão, primeiro revelado a você neste mês: “O jejum é prescrito a você como foi prescrito àqueles antes de você, para que você possa estar consciente de Deus ( tattaq ūna )…” ( al- Baqara 2.183).

Tornando-se mais conscientes da presença eterna de Deus e tornando-se mais gratos a Deus, o Mais Generoso (al- Karim) , todos podemos nos tornar mais sensíveis às necessidades dos outros, particularmente daqueles que carecem de comida adequada e acesso a água limpa. e existem muitos. Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 800 milhões de pessoas, ou 11% da população global, não têm comida suficiente para levar uma vida ativa saudável. [1] Quase metade de todas as mortes em crianças com menos de cinco anos são devidas a uma nutrição inadequada. A OMS também informa que cerca de 844 milhões de pessoas carecem de um suprimento básico de água potável e que pelo menos 2 bilhões de pessoas em todo o mundo bebem água de fontes contaminadas que causam doenças e mortes. [2]

O Alcorão nos lembra que é acima de tudo que Deus provê água e alimento para sustentar a humanidade que Ele criou:

Ó humanidade! Adore o seu Senhor que criou você e aqueles que vieram antes de você … que fez da terra um lugar de descanso para você, e o céu é um dossel, e faz com que a água caia do céu, produzindo frutos como alimento para você. ( al-Baqara 2.21-22)

Em nosso tempo, no entanto, o suprimento global de alimentos e água tem sido afetado negativamente pela mudança climática, pela guerra e pelas políticas econômicas injustas, bem como pelo desperdício e pela apatia. Este ano, estamos especialmente conscientes de nossos irmãos e irmãs na Síria, Iêmen, Nigéria, Somália e Sudão do Sul, onde conflitos políticos e instabilidade ameaçam a vida de milhões de muçulmanos e cristãos com fome.

Nas Escrituras Cristãs, Jesus ( ‘alayhi al-salaam – sobre ele paz!) Nos diz que toda vez que damos comida e bebida aos famintos e sedentos, é como se tivéssemos feito isso por ele ( Evangelho de Mateus 25.40). . Da mesma forma, o Alcorão descreve os justos a quem Deus recompensará na outra vida:

Eles dão comida, por amor a Ele, aos pobres, aos órfãos e aos cativos (dizendo): ‘Nós os alimentamos por causa de Deus. Não desejamos nenhuma recompensa ou obrigado por você. ( Al-Ins AN 76,8-9)

Assim como Jesus repreende nos termos mais fortes possíveis aqueles que carecem de caridade (Mateus 25.41-42), o Alcorão também acusa a humanidade de sua avareza:

Mas não! Você não honra os órfãos, não encoraja um ao outro a alimentar os pobres! E você devora herança toda com ganância, e você ama riqueza com amor desordenado! ( al-Fajr 89.17-20)

Lembrando essas palavras, ao longo dos séculos os governantes de terras muçulmanas, bem como suas esposas e filhas, estabeleceram cozinhas de sopa ao lado de mesquitas e construíram fontes públicas de bebida para que os famintos e sedentos pudessem ser alimentados. Neste mesmo espírito, homens e mulheres franciscanos de todo o mundo continuam a ser reconhecidos por seu serviço direto aos pobres, especialmente alimentando os famintos, independentemente da religião.

Ramadan é particularmente um mês quando você alimentar os famintos no sa ḥ ¾ r (Sehri) e ‘Se ār e dai esmola (zakat) para os pobres. Esses atos de justiça ( ṣali ḥ āt ) nos inspiram a fazer o mesmo. Durante este mês e durante o ano todo, oremos para que, mesmo que tenhamos fome e sede do Deus Vivo (All āh al- Ḥayy)podemos estar particularmente atentos àqueles no mundo que têm fome e sede de comida e bebida. Vamos nos comprometer a trabalhar uns com os outros para alimentar os famintos nas comunidades e países que compartilhamos como irmãos e irmãs, e eliminar as causas políticas, econômicas e ambientais da fome no mundo. Como Deus é o Mais Generoso (al- Karim) , sejamos generosos com todos com quem compartilhamos o único sopro de Deus.

Juntamente com os frades franciscanos de todo o mundo, desejamos a você o mais abençoado Ramadã. Ramadan Mubarak! Ramadan Kareem!

 

Michael D. Calabria, OFM, 
Assistente Especial de Diálogo com o Islã

Membros da Comissão de Diálogo com o Islã: 
Manuel Corullón, OFM 
Fernando Mercado, OFM 
Jamil Albert, OFM

Fonte: ofm.org

Outras Postagens

Início