CPO: Frei Julio, OFM, Vigário Geral da Ordem, recordou que “as decisões e mandatos do Capítulo 2015 ainda são atuais”

21 de junho – com apenas uma semana do início do CPO, prosseguiu hoje o processo de discernimento, enriquecido por uma revisão dos mandatos do último Capítulo Geral. O Capítulo Geral dos Frades menores em 2015, aconteceu na “Basílica da Porciúncula” na bela cidade de Assis/Itália, onde São Francesco nasceu, cresceu e renasceu na vida eterna. De 10 de maio a 6 de junho do mesmo ano, os frades do mundo inteiro discutiram e celebraram a identidade franciscana, produzindo um documento final com decisões e mandatos.

O Vigário Geral, Frei Julio Bunader, OFM, fez uma apresentação sobre esses mandatos e fez uma lista dos esforços empreendidos pelo Definitório geral nos últimos três anos. Destacou em particular: as diretrizes sobre a vida franciscana, a missão, a formação, a JPIC e a dimensão contemplativa na vida dos frades; viver o voto de pobreza de forma mais autêntica através de uma gestão econômica adequada, uma administração correta e um registro contábil preciso, para favorecer uma colaboração mais próxima entre as entidades da Ordem. Frei Julio observou que “as decisões e mandatos do Capítulo 2015 ainda são atuais e devem ser plenamente implementados na vida cotidiana e no serviço das Províncias, Fraternidades e cada frade”.

A esperança, o entusiasmo, a irmandade e a profunda reflexão contínua sobre o carisma franciscano manifestam-se no modo como os membros do Conselho se engajam durante as sessões. A tarde, fizeram uma curta viagem para visitar a grande casa de treinamento em Langata, Nairobi, onde a para-liturgia temática da JPIC foi celebrada. A alegria e a vitalidade dos jovens frades da Província de São Francisco, acolhedores (África Oriental) e de outras entidades, despertaram o coração dos que tiveram o privilégio de participar da reunião fraterna.

Fonte: ofm.org





 

Outras Postagens

Início