16143386_1549618665050092_7358616450817895586_o

No intuito de colaborar com a celebração do Jubileu de 70 anos da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, em 2017, foi criado este hino a partir dos acontecimentos mais significativos para a mesma Custódia desde sua origem, acentuando nos versos a espiritualidade franciscana, no seguimento de Cristo e na exaltação do Patrono de nossa instituição, o Sagrado Coração de Jesus. Com a contribuição e o ânimo de muitos confrades e irmãos da formação inicial, este texto foi desenvolvido a partir de uma reflexão cautelosa, superando e muito o esperado e, ao mesmo tempo, não deixando de lado a simplicidade na palavra e na melodia.

A letra dividida em sete estrofes, depois acrescentada em oito, deseja recordar a perfeição de Deus, Sua Onipotência e Divindade, que no seu amor nos criou e no Seu Filho nos chama constantemente à missão. Na dinâmica de nossa história, com a Unificação com a Fundação que abrangia o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, foi adicionado uma especial estrofe dedicada à Maria, com título de Nossa Senhora de Fátima. Sendo assim, a primeira estrofe menciona o Sagrado Coração de Jesus, fonte e origem do Amor Salvífico de Deus oferecido aos seus filhos. Ele sendo a Cabeça, inicia o hino, que lembra sua fala em seu Sermão na Montanha: “Vinde vós que estais cansados e fatigados e Eu vos aliviarei” (cf. Mt 11,28).

Os primeiros missionários provindos da Itália, Salerno e Nápoles, são lembrados nas estrofes 2, 3 e 4, em suas viagens, trabalho apostólico e social, que visavam ajudar às camadas mais pobres, desprovidas de educação e desenvolvimento, pelo qual modificaram a vida de todo um povo, no interior de São Pulo e Triângulo Mineiro, atraindo jovens e suscitando homens para o Reino, a partir de seu testemunho de Menores.

Já os versos das estrofes 5, 6 e 7 retratam os acontecimentos mais recentes da Custódia, sua Autonomia (2012), a Unificação com a Fundação Franciscana Nossa Senhora de Fátima (2015) e o Jubileu de 70 anos, a ser comemorado em 2017.

A partir disso, todo o Hino do Jubileu, intitulado de “Teu Sagrado Coração Quero Habitar”, remonta o início e o fim de nossa vocação, Nosso Senhor Jesus Cristo, e também o princípio de nossa instituição até os dias de hoje. Os passos seguintes serão trilhados com a graça de Deus, que já nos sustenta, em mais outros anos. Na mesma alegria do Senhor Ressuscitado, possa este canto elevar louvores ao Deus da Criação que tudo faz para o bem dos homens e da construção de seu Reino, e mais ainda, na edificação da presença franciscana nas terras paulistas e mineiras!

O Senhor vos dê a paz!

Frei Luciano Souza da Cruz, OFM


 Início Nota Explicativa (Hino – 70 anos) Letra, Partituras e Hino (70 anos)